Home / Top bons motivos para colocar aparelho / Facetas de Porcelana, DSD e Digital Workflow

Facetas de Porcelana, DSD e Digital Workflow

 

São diversas dúvidas acerca do tema facetas de porcelana que recebo aqui no blog. Dúvidas sobre a confecção e colocação das facetas estéticas, antes ou após o tratamento ortodôntico. Por este motivo, hoje vou falar sobre as top 5 dúvidas e as últimas novidades sobre este assunto para os profissionais da odontologia. Portanto, se você é paciente, você deve pular para o próximo post! ;D

1- O que são facetas de porcelana? É um tratamento novo na odontologia?

As facetas de porcelana são um tipo de laminado cerâmico compostos por dissilicato de lítio, por exemplo, e são utilizados de forma rotineira desde a década de 1980. O surgimento de novas tecnologias digitais, possibilitou a melhora no diagnóstico e tornou planos de tratamentos mais previsíveis.

2- Mas as facetas de porcelana são iguais para todos os pacientes? Todos ficam com sorrisos iguais?

Não. Como afirmei anteriormente, as tecnologias atuais, permitem personalizar o sorriso para cada tipo de pessoa e resultar em um tratamento muito mais natural, mantendo um padrão de qualidade e diminuindo o número de consultas.

facetas de porcelana

3- O que é o DSD?

O DSD (Digital Smile Design) ou planejamento digital do sorriso, é um protocolo utilizado para planejar o tratamento de um paciente. Ele foi idealizado pelo dentista brasileiro Christian Coachman e é largamente utilizado no mundo todo.

O protocolo DSD tem diversas vantagens:

Diagnóstico estético: fotografias e filmagens dos pacientes auxiliam o diagnóstico de fatores que podem escapar somente com o exame clínico.
Comunicação: entre os profissionais que estão atuando sobre o paciente, protéticos que vão individualizar e melhorar a previsibilidade dos resultados para atender os anseios do paciente quanto a estética do sorriso.
Comentários: Durante o tratamento, os diversos profissionais terão acesso as fotografias, vídeos, notas, gráficos e desenhos relacionado ao tratamento. A comparação entre o antes e o depois durante as fases de tratamento, permite o profissional ver se tudo ocorre como o planejado ou se necessita de algum procedimento adjunto para melhorar o resultado final. Desta forma, o paciente acompanha a evolução do tratamento e pode mudar algumas características do trabalho antes da confecção dos fragmentos ou coroas cerâmicas definitivas.
Gestão de pacientes: este protocolo é uma poderosa ferramenta de marketing, a fim de motivar o paciente e explicar os problemas relacionados ao tratamento. Também é uma ferramenta de comparação do pré e pós tratamento. Assim, o dentista pode discutir o prognóstico e fazer as recomendações para cada paciente.
Educação: Todo o material produzido pode ser utilizado para trocas de experiências entre os colegas de profissão, além de servir para palestras e apresentações com grande impacto visual

3- Digital Workflow e o planejamento digital do sorriso são a mesma coisa?

Não. São diferentes nomenclaturas que se referem a diferentes fases dos tratamentos. O digital workflow  ou fluxo de trabalho digital é uma proposta que elimina de fases do tratamento tradicional e incorpora diversas tecnologias, desde o planejamento, escaneamento para confecção de um modelo virtual até a fresagem de uma peça protética. Ele se mostrou em alguns trabalhos, ser mais eficiente do que o workflow tradicional utilizado pelos dentistas, em termos de precisão, custo, tempo e aceitação pelo paciente.

O fluxo de trabalho digital utiliza o planejamento virtual (DSD ou métodos similares), também utiliza tecnologias já empregadas nas diversas engenharias, como o escâner intraoral, o desenho assistido por computador (CAD-CAM) e a fresa computadorizada para confecção das peças protéticas.

4- Quais instrumentos são utilizados para a fabricação das facetas de porcelana hoje em dia?

Escâner intra-oral, guias cirúrgicos produzidos digitalmente por meio de métodos CAD-CAM e materiais que permitem a reabilitação com grande segurança e previsibilidade.

5-  Por que o custo da faceta de porcelana é cara? Quanto custa a faceta de porcelana?

Diversas pesquisas realizadas com o intuito de investigar o custo-efetividade do fluxo de trabalho digital com os laminados cerâmicos, concluíram que o fato de serem realizadas em um número menor de consultas, economizam tempo na cadeira do dentista e tem menor taxa de erro durante o processo de confecção, resultando em um trabalho mais barato do que as facetas de porcelana realizadas na forma tradicional.

Porém, o escâner intraoral e a fresa computadorizada (“impressora” que confecciona as facetas) tem ainda um custo muito elevado, cerca de 700 mil reais. Portanto, uma faceta de porcelana deve levar em conta estes fatores para compor o preço final do serviço prestado.

Fonte:

Comentários via Facebook

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *