Home / Top dúvidas / Herpes! Ninguém merece!

Herpes! Ninguém merece!


Notice: Undefined index: tie_hide_meta in /home/ortodont/public_html/wp-content/themes/sahifa/framework/parts/meta-post.php on line 3


O Herpes ou Herpesviridae é uma família de vírus que se dividem em 3 subfamílias:

  • Alfa, Beta e Gama-herpesvírus

No post de hoje, vou me ater à subfamília Alfa-herpesvírus que compreende o Herpes simplex e o Herpes zoster que são espécies mais comuns no consultório.

 

O Herpes simplex 1 e 2 (HSV-1 e HSV-2), causam uma doença viral recorrente (portanto não tem cura definitiva) e geralmente benigna, afetam a mucosa da boca ou região genital. Em alguns casos podem causar complicações neurológicas. Estima-se que em países pobres, cerca de 90% da população, tem anticorpos para o HSV-1, mesmo não tendo manifestado os sintomas. O vírus do tipo 1 atinge mais a mucosa bucal e o do tipo 2 mais a mucosa genital, mas o contrário também pode ocorrer. Também um indivíduo pode manifestar os dois tipos.

  • Herpes Oral ou Labial causado normalmente pelo tipo 1 (HSV-1), é transmitido pelo contato direto e pela saliva, manifesta-se como manchas vermelhas inflamatórias, formam-se bolhas dolorosas contendo líquido rico em virions, altamente transmissível nesta fase. Essas lesões desaparecem e reaparecem sem deixar nenhuma marca ou cicatriz. É uma doença que não tem cura, apenas remédios para diminuir os sintomas.
  • Herpes Genital causado geralmente pelo herpes simplex 2 (HSV-2) não é o foco de deste post, afinal trata-se de um blog odontológico, mas sabe-se que cerca de 10% dos casos de herpes genital são causados pelo HSV-1, atribuído ao aumento da prática de sexo oral. O HSV-2 é transmitido mesmo na ausência dos sintomas, há infecção na mucosa genital, glande no homem, vulva e vagina na mulher.
  • Herpes zóster ou Varicela-zoster (HHV-3, Humam herpesvirus-3) ou ainda catapora zoster (no Brasil), é popularmente conhecido como “cobrão” ou “cobreiro”, refere-se a uma variação herpesvírus, se bem que nunca vi ninguém falar que estava com “cobreiro” e sim com “sapinho” ou herpes mesmo.
Dentre os fatores predisponentes estão, indivíduos com fragilidade, estresse, febre, que sofreram irradiação solar excessiva, trauma ou terapia com glicocorticóides (anti inflamatórios esteroidais).
Nós dentistas podemos contrair através dos fluidos bucais uma infecção dolorosa nos dedos. Portanto, você paciente, nem pense em aparecer no consultório para ser atendido quando estiver com a lesão ativa, isto é, quando está umedecida, dolorida ou com ferida. Esta é a fase mais contagiosa da doença, portanto marque a consulta para dali à alguns dias. Esta recomendação serve também para doenças como conjuntivite e gripe, espere melhorar para ir ao dentista. Afinal o profissional a ser visitado nestes casos é o médico. Prevenção sempre!

Fonte:

  • NEVILLE, B.W. et al. Patologia Oral & Maxilofacial. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A., 1998.
Comente, deixe sua sugestão no post “Herpes! Ninguém merece!”
Comentários via Facebook

Check Also

Grávida pode tomar anestesia? Top 5 dúvidas

Grávida pode tomar anestesia no dentista? Existe um período mais seguro na gravidez para tomar …

4 comments

  1. Ninguém merece mesmo!!!!

  2. Concordo com vc ;"Ninguém merece"!
    bj

  3. Com tantas opções de tratamento e de indicações de dentistas e de médicos, os pacientes têm todas as ferramentas para evitar o aparecimento desse tipo de doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *