Home / Entrevistas / Alimentação e Nutrição é com a Nutricionista Roseli Rossi! Entrevista exclusiva!

Alimentação e Nutrição é com a Nutricionista Roseli Rossi! Entrevista exclusiva!

nutricionista roseli rossi


Para falar sobre Alimentação e Nutrição contamos com a ilustre visita da nutricionistaRoseli Rossi, famosa por suas dicas e receitas para uma alimentação saudável e prática. É especializada em nutrição clínica, esportiva e fitoterápica, além de ser autora dos livros “Saúde & Sabor com Equilíbrio” – Volumes I e II, elaborados com o objetivo de incentivar a mudança de hábitos alimentares de maneira prática e saborosa para toda família.Leia o Quais são os 10 hábitos saudáveis que mais preocupam os brasileiros?

roseli rossi

Vamos à entrevista:

1- Em seu livro, você afirma que ser magro não é sinônimo de saúde. Mas estar acima do peso também não é… De que forma podemos encontrar equilíbrio sem a “neura” de brigar com a balança e ser feliz nesse mundo, onde as horas do dia parecem voar e a oferta de fast food cresce aceleradamente?
Tudo isso depende do indivíduo passar por uma avaliação para descobrir quais as suas reais necessidades. Não existe uma dieta padrão: o que existe são orientações gerais. É importante que cada pessoa passe por uma avaliação nutricional para descobrir o que é saudável dentro de sua própria rotina, levando em conta o que é melhor para ela. Estabelecer organização é fundamental: realizar compras adequadas sempre, deixar a despensa abastecida para não “cair em tentações” e tomar cuidado para não cair naquela velha desculpa: falta de tempo para se alimentar.
Quando sabemos o que devemos comer, também aprendemos a nos organizar para adquirir os alimentos para nossa casa. Tempo requer disciplina, organização e boa vontade desde a primeira refeição do dia, que também deve ser adequada. Muitos tem mania de pular o café da manhã ou fazê-lo na padaria. Ficar sem comer logo pela manhã pode causar hipoglicemia e até resultar em problemas mais sérios. É recomendável ingerir uma fruta (apenas uma para não exagerar na dose das porções), cereais integrais e leite adequado para sua tolerância individual. Devemos achar o equilíbrio para não cair na desnutrição nem estar acima do padrão de alimentação. Semente de linhaça é sempre uma ótima pedida, assim como não permanecer em longos períodos de jejum ao longo do dia, principalmente na correria da sociedade atual. Atentar aos lanches das refeições intermediárias, que não podem deixar de ser consumidos, é de suma importância.

2- Sabemos que a mastigação interfere de maneira significativa na digestão dos alimentos. Para tanto, os dentes devem estar em perfeitas condições para que o alimento seja bem triturado. Qual a importância da mastigação na absorção de nutrientes e de que forma ela pode interferir na saúde das pessoas?
A mastigação é o inicio de tudo. Comer devagar, mastigar bem os alimentos e prolongar a fase oral dá chance ao paladar, prazer na alimentação e serve para aproveitar melhor o sabor dos alimentos. Estudos comprovam que quem come mais devagar, come menos, já que o hormônio da saciedade é liberado no tempo certo. Quem come rápido, sente essa sensação somente depois que se levanta da mesa, mais que satisfeito e até enfastiado.
Nossa digestão começa na boca, através da saliva, que auxilia no processo de aproveitamento dos nutrientes dos alimentos. E isso não acontece somente com adultos, mas desde a infância, quando a criança começa a ter os primeiros dentinhos. O comportamento alimentar deve ser sempre enfatizado pelos pais.
Por fim, outro ponto muito importante é a questão de tomar líquido durante as refeições: as pessoas acabam engolindo a comida, e mastigam insuficientemente, dificultando a digestão.
3- Podemos afirmar que educação alimentar vem de berço, por isso, pais com maus hábitos alimentares irão condenar os filhos à obesidade e doenças decorrentes dessa condição. De que forma podemos fazer a diferença para as próximas gerações?
A orientação começa com os pais, que são o “espelho” dessas crianças de hoje, que estão mais espertas, abertas a todo tipo de informação e muito mais antenadas. Mas fornecer educação nutricional é essencial também na escola, onde seria de extrema importância desenvolver disciplinas acerca do assunto.
Na atualidade, os pais precisam ser reeducados para não propiciarem maus hábitos para seus filhos, pois o ambiente familiar acaba contaminado, e todos serão vítimas de uma alimentação desequilibrada.
4- A amamentação, assunto abordado no post Amamentação de 0 a 6 meses: não deem nada aos seus filhos além do leite materno!, é uma fase extremamente importante para o bebê, mas muitas vezes é negligenciada pelas mamães “modernas”, afetando todo o desenvolvimento imunológico, mastigatório, além dos laços afetivos. A dieta da mãe pode interferir na qualidade do leite produzido para o bebê?
Inteiramente, e não só na lactação como na gestação. A futura mamãe também tem essa responsabilidade da alimentação saudável para auxiliar no desenvolvimento pleno do bebê e em sua programação metabólica. Tudo que a mãe come passa para o leite e, consequentemente, para o recém-nascido.
Nesse período, nos primeiros seis meses de vida do bebê, o leite materno é fundamental e único: nada substitui o leite materno, que vai ser decisivo no desenvolvimento cognitivo, físico e cerebral, ou seja, será o diferencial na vida dele. Além de prevenir diversas doenças e ajudar nos processos do sistema imunológico.
5- Toda mulher, ou pelo menos a maioria delas, está em busca da “dieta perfeita”, que também inclui as milagrosas sopas e shakes. Qual seria a dica para as mulheres poderem comer aquele Petit Gateau após a refeição sem ficar com sensação de culpa que, em alguns casos, parece ser maior do que o prazer de comer?
A busca pela dieta milagrosa não existe. Não há a dieta perfeita, mas sim aquela que leva em conta a individualidade de cada pessoa, o que torna o cardápio personalizado e mais eficiente. Quanto mais você souber aquilo que pode comer, em quantidades adequadas, mais você terá energia e o processo de emagrecimento será mais gradativo, equilibrado, sem comprometer a saúde. Outro ponto fundamental é trabalhar a reeducação alimentar, porque não adianta comer aquilo que não gosta ou passar fome, porque ninguém dá continuidade a uma dieta do gênero. Assim, o sucesso do emagrecimento e da manutenção do peso será garantido, e teremos uma alimentação saudável para a vida toda.
A Dra. Roseli Rossi lança, nesta semana, o livro “Saúde & Sabor com Equilíbrio” somente para crianças, com cem receitas práticas e deliciosas, que contribuem, entre outras coisas, para amenizar a ansiedade dos pequenos. A Dra. Roseli Rossi também dá dicas de como fazer o desmame, quais os primeiros alimentos para o desenvolvimento saudável da criança e para se ter, sempre, um prato equilibrado à mesa.
SERVIÇO
Lançamento do livro de receitas infantis “Saúde & Sabor com Equilíbrio”
Data: 16 de setembro de 2010, quinta-feira
Horário: 18h30
Local: Livraria Saraiva MegaStore do Shopping Anália Franco.
Endereço: Av. Regente Feijó, 1739 – Jardim Anália Franco – São Paulo/SP.
Assessoria de imprensa: Juliana Estigarríbia
Fonte:
Saúde & Sabor com Equilíbrio – Volume 1 e 2
Comente, deixe a sua impressão no post “Alimentação e Nutrição é com a Nutricionista Roseli Rossi! Entrevista Exclusiva!
Comentários via Facebook

Check Also

Gustavo Cerbasi Parte 2: Aposentadoria e Finanças Pessoais!

No primeiro Post “Gustavo Cerbasi Parte 1: Em Defesa dos Profissionais!”, este famoso autor deu …

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *