Home / DTM e Dor Orofacial / Sofre de Ronco e Apnéia do sono? Você pode estar com SAHOS!

Sofre de Ronco e Apnéia do sono? Você pode estar com SAHOS!

RoncoeApniadosono.jpg

O ronco e a apnéia podem ser sinais da Síndrome da Apnéia e Hipopnéia Obstrutiva do Sono (SAHOS) ou do Inglês “Obstructive sleep apnea-hypopnea syndrome (OSAHS)” juntamente com o ronco são doenças relacionadas ao sono!

Por acaso reclamam de você roncando à noite, ou que você para de respirar enquanto está dormindo? Sente a sensação de cansaço e sonolência mesmo dormindo as oito horas recomendadas?

Apnéia e Hipopnéia Obstrutiva do Sono (SAHOS) é caracterizada por obstrução das vias aéreas superiores durante o sono e é comumente presente na população adulta, 4% nos homens (prevalência em obesos de meia idade), 2% nas mulheres. No Brasil mais de 15 milhões de pessoas sofrem dessa doença. Em São Paulo chegou a 32,8% da população com idade média de 42 anos.

O sintoma mais comum é o ronco noturno, enquanto o sintoma mais comum do dia é a sonolência diurna excessiva, porém o paciente geralmente não acha que esses sintomas sejam sérios o suficiente para serem discutidos com o médico. Ás vezes os sintomas são mais sutis no começo, refletem na falta de progresso significativo no trabalho e desarmonia na vida conjugal, sinais que vão se agravando com o avanço da doença.

Até o século passado esta síndrome estava relacionada somente ao comprometimento na qualidade do trabalho e alta relação com acidentes automobilísticos, porém estudos recentes na medicina tem associado a SAHOS com complicações cardiovasculares que à longo prazo, incluem hipertensão arterial sistêmica, hipertensão pulmonar, insuficiência cardíaca congestiva, arritmias, acidente vascular cerebral e infarto do miocárdio. Todas essas complicações aumentam a morbidade e mortalidade da SAHOS. Também complicações metabólicas e distúrbios neurológicos são relatados nos estudos. Por isso a importância de um check up preventivo no seu médico para o diagnóstico mais precoce possível!

ronco.jpg

Como é diagnosticada a doença?

O padrão ouro no diagnóstico é a polissonografia. Realizada numa clínica do sono, é um exame que consiste no monitoramento do sono do paciente durante uma noite. Serão detectados vários aspectos como contrações musculares, problemas respiratórios, cardíacos, etc. Também será detectada a apnéia e o grau (leve, moderada ou grave.)

Qual é o tratamento para Apnéia?

O CPAP (Nasal continuous positive airway pressure) ou no português Pressão Positiva Contínnua é a terapia mais eficaz no tratamento e prevenção da doença.

apniaeronco.jpg

Por que um blog de Ortodontia está escrevendo sobre este assunto?

Porque é possível o tratamentos desta doença através dos aparelhos intrabucais para diminuição do ronco e dos sintomas da apnéia.  Todavia é necessário você se consultar com um especialista da área para o tratamento desta doença, pois não é recomendado o uso de aparelho para todos os casos de ronco e apnéia. Somente o diagnóstico com exames específicos indicarão seu uso.

Fonte:

  • Rajagopalan N.Obstructive sleep apnea: Not just a sleep disorder. J Postgrad Med. 2011 Apr-Jun;57(2):168-75.
  • López-Jiménez F, Cortés-Bergoderi M. Update: systemic diseases and the cardiovascular system (i): obesity and the heart. Rev Esp Cardiol. 2011 Feb;64(2):140-9.
  • Dursunoglu N, Dursunoglu D.The effects of obstructive sleep apnea hypopnea syndrome on cardiovascular system. Anadolu Kardiyol Derg. 2005 Mar;5(1):41-5.
  • Lavigne, G.L.; Cistulli, P.A.; Smith, M.T. Sleep Medicine for Dentists: A Pratical Overview. Quintessence Books, 2010.
Comentários via Facebook

Check Also

DTM ou Disfunção Temporomandibular: Declaração Da Associação Americana De Pesquisa Odontológica

Recebi um artigo sobre DTM da Dra. Juliana Stuginski conhecida no Twitter como @dororofacial do …

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *