Home / Entrevistas / Entrevista na Trianon AM 740

Entrevista na Trianon AM 740


Notice: Undefined index: tie_hide_meta in /home/ortodont/public_html/wp-content/themes/sahifa/framework/parts/meta-post.php on line 3

Para quem não escutou o podcast do programa, coloco a transcrição da entrevista na Trianon AM 740 somente do assunto odontológico (porque será né?!), pra você conferir a entrevista do dentista que vos escreve!

O programa contou com a presença de convidados ilustres, você pode conferir “Nos bastidores da Trianon AM 740” e também ouvir o Podcast do “Programa Gente Que Fala” do dia 08/12/2010 .Entrevista:

trianon am 740

Liliane Ventura: Olá Boa Tarde! [Vinheta do Programa] Bom demais poder começar mais um Programa Gente que Fala! Eu sou a jornalista Liliane Ventura, e quero contar pra vocês que estamos on line através do www.trianonam.com.br. Quero Dizer ainda que hoje é o programa especial como em todas as quartas-feiras programa sobre saúde!

Ele é o cirurgião dentista especialista em Ortodontia, sócio do Grupo Ortocia de Ortodontia e Saúde Bucal doutor Alexandre Koga. Tudo bem Alexandre?

Alexandre Koga: Tudo bem Liliane! Boa tarde, é um prazer estar aqui na Rádio Trianon. Uma boa tarde também aos ouvintes. E vou tentar falar um pouco sobre saúde bucal hoje.

trianon am 740


Dr Bactéria: Eu tenho uma pergunta para o Alexandre! Eu li um artigo que fala que se você está num local e come alguma coisa, e não tem nenhuma possibilidade de escovar os dentes, você pode comer um maçã, pois ela seria o equivalente a uma escovação de dentes. É verdade isso?

Alexandre Koga: Na verdade o fato de você tomar água, se alimentar com a maçã, provoca um aumento da salivação, que já ajuda numa certa “higienização”. Mas ela não pode ser considerada subtituta na escovação…

Dr Bactéria: Mas quando você está num lugar e esqueceu… no avião por exemplo.

Alexandre Koga: Você pode beber uma água, até comer a maçã mas…

Liliane Ventura: Não quero ninguém fazendo bochecho do meu lado hein!Êpa (risos)

Dr Bactéria: Abre a janelinha do avião! (mais risos)

Liliane Ventura: Tem a questão de quem tem problema na dentição, dentes tortos, que é a sua área a Ortodontia. As pessoas que são privadas de comer alguns alimentos não é?

Alexandre Koga: A má posição dos dentes dificulta a higienização ou seja, difículta a escovação e a passagem o fio dental o que acaba retendo mais detrito, mais comida. Então, não é uma questão só de beleza, estética, mas função também, isto é mastigar melhor.

Liliane Ventura: Quando, em que fase da vida é fácil corrigir os dentes?

Alexandre Koga: Quanto mais cedo se leva o filho ao dentista ou ao ortodontista, mais rápido é o tratamento do problema.

Liliane Ventura: A primeira dentição estando correta, corre-se o risco da segunda ter algum problema?

Alexandre Koga: Sim, a dentição de leite correta não é garantia da permanente também vir correta. Por isso, é necessário o acompanhamento desde criança com o dentista ou ortodontista para saber se existe a possibilidade dos dentes nascerem tortos.

Liliane Ventura: A criança não sabe higienizar e ela não sabe cuspir?

Alexandre Koga: sim, isso mesmo.

Liliane Ventura: Então a gente higieniza com aquelas escovinhas de dente. Mas aí eu fico pensando, que por mais que a gente fique escovando higienizando fica (sujeira) ali dentro. Não fica?!

Alexandre Koga: A gente recomenda que as mamães, até seus filhos completarem seus dez onze anos, façam pelo menos um escovação por dia do seu filho. Então aquela escovação antes de dormir, ela que faça, porque a criança ela vai querer ter aquela autonomia “Ah não! Deixa que eu faço sozinho”. Então, pelo menos antes de dormir fazer aquela higienização mais caprichada.

Liliane Ventura: É a Principal?

Alexandre Koga: A gente sabe que a criança tem que escovar três, quatro vezes, após cada refeição, mas a noite o pai deve tomar a responsabilidade e escovar os dentes da criança.

Liliane Ventura: E mesmo aquelas crianças com dois, três anos de idade que não sabem colocar para fora, pode escovar e manter os resíduos lá na boca. Dá pra evitar a cárie na primeira infância?

Alexandre Koga: Dá pra evitar! O perigo até os seis anos de idade, é que ela não possui o reflexo de cuspir então ela engole tudo. Então usar pastas de dentes livres de flúor.

Liliane Ventura: Acho que não estou formulando bem a pergunta, o Dr Bactéria vai me ajudar a formular melhor. Se eu passo a escova e retiro do dente esse resíduo e este fica dentro da boca. Este resíduo vai se tranformar em bactéria?

Dra Keila Monteiro de Carvalho: Este resíduo vai para o estômago não é? E o sulco gástrico destrói tudo. Então se engolir, vai para o estômago, não vai ficar mais (resíduo) na boca parado.

Dr Bactéria: E na boca existem dois principais grupos de bactéria na boca, as transitórias…

Liliane Ventura: Que que é isso bactéria transitória?

Dr Bactéria: Aquelas que passam, provenientes de alimentos como o alface, e que podem contaminar. E aquelas bactéria que já existem, que são residentes. A nossa maior preocupação deve ser com aquelas transitórias. Até uma pesquisa que nós fizemos a pouco tempo, nos analisamos quase cem escovas de dente. Em 90% destas escovas encontramos bactérias fecais.

Liliane Ventura: Mas socorro! Como assim?!

Dr Bactéria: As pessoas não se importam em dar descarga com o tampo do vaso aberto. É impressionante como o brasileiro tem um prazer em se despedir! Um prazer mórbido! (risos) O fato de você apertar a descarga, deixa um spray de bactéria que fica por duas horas “rodando” dentro do banheiro e que cai em cima da escova de dente.

Liliane Ventura: Jesus amado!

Dr Bactéria: Entra o vírus, resultando naquelas diarréias que vão passando pro outro e depois outro, assim por diante.

Alexandre Koga: Mais um motivo para a mulher pegar no pé do marido, e mandar fechar a tampa do vaso!

Liliane Ventura: Que pegar no pé do marido! Vocês que aprendam isso desde sempre! (risos) O segredo do casamento eu vou contar pra vocês!

Dra Roseli Rossi: Dois banheiros!

Liliane Ventura: Não é bobagem de luxo não! Não sou de exigir luxo!

Dr Bactéria: Cada um com a sua bactéria! (risos)

Liliane Ventura: Daí você liga a televisão tem os Reality Shows mostrando as pessoas escovando os dentes, tomando banho! Faça-me o favor! Você tem que ter cerimônia com você e com o outro. Não dá para ficar se expondo! Não é mesmo? Ou estou falando alguma besteira? É a saúde do relacionamento! Não é verdade doutora?

Dra Keila Monteiro de Carvalho: Claro.

Liliane Ventura: Olha, eu tenho horror a quem passa fio dental perto de mim! (risos) Não tem nada que me arrepie mais! Vai passar fio dental lá longe! É muita intimidade!

[Intervalo do programa]

Liliane Ventura: Eu quero saber de você Alexandre sobre esta pesquisa que diz que até 60% da população brasileira precisa de tratamento ortodôntico. É verdade o que diz a pesquisa? Pois é um número expressivo!

Alexandre Koga: Devido a nossa alimentação não ser tão natural quanto era antigamente, frutas e verduras cruas. Também a questão da amamentação, extremamente necessária para o desenvolvimento do sistema estomatognático. Então a boca vai desenvolver se dermos função para ela, se a criança só recebe papinha, com certeza não haverá espaço suficiente para esses dentes nascerem. E o que está acontecendo hoje é isso! Alimentação sem essa disciplina, aumentam os números de casos necessários para o tratamento ortodôntico.

Liliane Ventura: Eu quero saber mais sobre o caso da chupeta! Logo depois do intervalo aqui com o doutor Alexandre Koga.

[Intervalo do programa]

Liliane Ventura: O Mario de Cerqueira César pergunta: “Qual é o órgão que fiscaliza as várias empresas que oferecem implantes dentários?”

Alexandre Koga: O órgão fiscalizador é o Conselho Regional de Odontologia de cada Estado, que no nosso caso é o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo.

Liliane Ventura: A Mariana do Santo Amaro pergunta: “Toda pessoa com problema na arcada dentária muito torta, precisaria além do tratamento ortodôntico de uma cirurgia?

Alexandre Koga: A gente tem alguns casos, onde só tratamento ortodôntico não vai resolver. Nestes casos é necessário a cirurgia ortognática. Então, se a pessoa tem alguma dúvida, o especialista vai analisar se é possível tratar ortodonticamente ou se é necessária a cirurgia para resolver em conjunto.

Liliane Ventura: Eu fiquei com uma pergunta no ar! O uso chupeta interfere na dentição?

Alexandre Koga: A gente sabe que é difícil falar pra mãe tirar a chupeta do filho, a gente sabe que ela precisa, faz parte da fase oral dela. Então, a gente recomenda que quando a criança tiver por volta dos três anos, retirar a chupeta e substituir pelo carinho atenção. A nossa vida é muito corrida e as vezes não damos aquela devida atenção. Mas pior que chupeta, é o dedo que não tem como tirar.

Liliane Ventura: E quando eles começam chorar e ficar pedindo chupeta… meu Deus sai de baixo!

Liliane Ventura:O Ministério da Educação quer fiscalizar escolas de odontologia que não tem residência como em faculdades de medicina. O aluno precisa ter contato com a parte prática ainda durante o curso, mas muitos saem sem o conhecimento necessário para garantir um bom atendimento. Na opinião de educadores, o ensino fraco fortalece a indústria da especilização. Muitas vezes a mesma equipe que preparou o aluno na graduação, oferecem cursos de aperfeiçoamento e em Ortodontia o curso sai por volta de quarenta mil reais?! Depois de concluída a faculdade?! É verdade isso?!

Alexandre Koga: A gente tem que analisar esta questão em relação a história da Odontologia no nosso país. A odontologia aqui no nosso país e em mais dois ou três países se eu não me engano, é a única que é separada da medicina. Em qualquer outro país da Europa, nos Estados unidos também você entra em medicina e se especializa em odontologia. Em Medicina você cursa quatro anos de graduação e depois dois anos de residência. no Brasil temos os quatro ou cinco anos de graduação, e depois o profissional sente uma deficiência em alguma especialidade que ele vai seguir depois de formado, tendo que optar por uma área, que infelizmente no Brasil são todos pagos. Seja na USP, Unicamp ou UNESP nos grandes cursos, são onde o curso são mais caros inclusive.

Dra Keila Monteiro de Carvalho: Na Unicamp Faculdade de Ciências Médicas, que não incluem a odontologia, existem os cursos de aperfeiçoamento que não são pagos. Mas existem cursos de extensão universitária que são cursos muitos específicos, esses sim são pagos, e além disso há a residência médica.

Liliane Ventura: Muito bem, eu ficaria a tarde inteira conversando, mas tenhoque concluir dizendo aos nossos convidados, que foi uma alegria recebê-los e pedir algum contato eletrônico que possa ser dado. O cirurgião dentista especialista em Ortodontia e Sócio do Grupo Ortocia de Odontologia e Saúde Bucal Dr Alexandre Koga.

Alexandre Koga: Gostaria primeiro de agradecer aos ouvintes da rádio e todos os grandes profissionais da saúde aqui presentes, a você também Liliane. E quem quiser entrar em contato comigo é só entrar no www.ortodontiaparatodos.com.br ou pelo próprio ortociablog.com que estarei pronto para esclarecer qualquer dúvida.

Liliane Ventura: Muito obrigada Alexandre! Muito obrigada a todos vocês! Lembrando que a direção geral é de Jornalismo Fausto Camunha, som de Cléo Rodrigues, redação de Juliana Estigarríbia, na produção Zenilda Salvato, eu sou Liliane Ventura e quero convidá-los para que você fique com o nosso querido Marcos Calazans e seu Microfone Aberto em seguida. Um beijo a todos e até amanhã!

entrevista radio trianon


Fonte:

Comente, deixe a sua sugestão no post “Transcrição da entrevista na Trianon AM 740”

Comentários via Facebook

Check Also

Gustavo Cerbasi Parte 2: Aposentadoria e Finanças Pessoais!

No primeiro Post “Gustavo Cerbasi Parte 1: Em Defesa dos Profissionais!”, este famoso autor deu …

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *